14/04/2009

co-op


a conversa era acerca da moda Nova Iorquina da pessoa ter que ser aprovada antes de se mudar para um prédio...comecei a recordar o filho do vizinho do andar de baixo que quando se apanha sozinho põe a música numa tal altura que cria distorções, do vizinho do lado que até tem boa música mas os decibéis fazem-me lembrar certas discos, onde ficava com o coração na boca. Já para não falar naqueles saudosistas que encontramos quando se passeia a pé e se ouve a Amália saída de uma grafonola. Pois foi, depois deste flash back não tinha como não defender as co-op. Aliás vou ver vendo essa ideia enquanto não tenho um prédio só meu. Já que aqui a ver pela facção contrária até ás 23;00 hrs terei que gramar com o que os outros quiserem fazer.
E vocês, têm vizinhos barulhentos?

10 comentários:

vício disse...

já tentaste mostrar a esses vizinhos que consegues ser mais incomodativa que eles?

meh disse...

os meus têm, eu não.

loirices disse...

vício estou a ver que seria o caso de trocar de casa com a meh :-), o busilis é que eu abomino gritos, berros ou música alto.


meh, trocamos?!

francis disse...

não.

meh disse...

quando quiseres permutamos

loirices disse...

francis, estás cheio de sorte ou soubeste escolher :-)


meh temos que falar nisso, embora me sinta melhor mais a sul...mas só para ensinar algo aqui à vizinhança....

Vulgar disse...

Já começaste a atirar os seus pertences pela janela?

loirices disse...

vulgar só o que não quero :-)

Intrometido disse...

Lá está ...houvesse cá a tal regra nova iorquina ...e não serias aceite no teu prédio; elementar, minha cara! No meu caso pessoal, sim, tenho-os barulhentos ... e vivem no mesmo apartamento que eu: a Ana e o André juntos não se podem aturar; não saem ao pai.;)

loirices disse...

sim intrometido, teríamos que ter em conta antiguidades ou outra coisa qualquer para ver quem ia para a rua. Pois estou a ver a Ana e o André, quem sai aos seus....:-)